Lance Armstrong impressiona e fica em segundo no Ironman 70.3 do Panamá


Definitivamente, Lance Armstrong mostra porque pode ser considerado uma personalidade surpreendente no esporte e na vida. Depois de vencer o câncer e sagrar-se heptacampeão do Tour de France (1999-2005), aposentar-se do ciclismo por três anos e retornar a ele, conquistando na legendária prova um honroso 3º lugar (2009), Armstrong anunciou novamente a sua aposentadoria, após não ter obtido um bom resultado em 2010, competindo pela Radioshack. No entanto, a promessa do heptacampeão de competir no triathlon se concretizou em 2012. No último dia 12/02, ele competiu no Ironman 70.3, realizado no  Panamá e não decepcionou, ficando com o segundo lugar, atrás de Bevan Docherty, superando alguns dos melhores nomes do mundo no esporte. 



Lance era o único competidor usando toca amarela, o que simbolizava 
sua luta contra o câncer e atraía a atenção da mídia,

Com algumas participações em maratonas e sendo exímio nadador, aos 40 anos, Lance mostrou que continua em forma, assim como sua luta contra o Câncer. A meta é arrecadar US$ 1 milhão para sua fundação e pesquisas contra o câncer, bem como uma vaga para o Mundial de Kona em 2012. 

“Eu preciso de um desafio na minha vida”, foi a declaração do campeão, que também causou polêmica ao se recusar a cumprimentar o vencedor da prova, que superou Lance nos quilômetros finais, passando a linha de chegada com vantagem de 42 segundos. 

Destaque para o Argentino radicado no Brasil Oscar Galindez, que fez o melhor tempo no ciclismo, começando a corrida em terceiro e completando a prova em nono. 



Fotos: www.swimbikerunvideos.com
Equipe Rodociclo

Comentários