Bike Agenda: 30 de maio o Treino de Domigo é no Autódromo de Tarumã




Conforme anunciamos aqui no Blog, no último domingo, dia 12 de maio, ocorreu mais um tradicional Treino de Domingo, onde os principais ciclistas da região se encontram para formar um único pelotão e simular aquilo que pode ser definido como algo mais próximo possível da simulação de uma prova de ciclismo.

Este treino, que antigamente era conhecido como Treino do Laçador, tradicionalmente percorria a BR 116 saindo do Posto do Laçador até Portão (ida e volta), percorrendo cerca de 140 km, mas nos últimos anos, devido ao alargamento da BR 116 entre Porto Alegre e São Leopoldo, que resultou na supressão de acostamentos, o uso da mesma por ciclistas se tornou bastante impróprio, resultando na busca por um novo trajeto, sendo que foi escolhido o Caldo de Cana (Morungava), na RS020.




Com um percusso mais duro, com relevo acidentado e uma escalada no final, o trajeto ficou mais curto, com cerca de 80 km, mas não impediu que o grupo diversificasse os trajetos. Ainda alguns dias, o pelotão que hoje se encontra na Assis Brasil, no Sarandi, em Porto Alegre, sai para a BR 116, seja no sentido Portão ou Barra do Ribeiro. 

No entanto, devido ao crescente aumento dos participantes (já existem dois pelotões), o grupo partiu em busca de maior organização e segurança. A diversificação dos trajetos também foi maior e assim, além do "Caldo de Cana" tradicional, foram adicionados trajetos como Triunfo, e agora Taruma. O primeiro trajeto já foi usado mais de 3 vezes oficialmente, mas Tarumã teve estréia no dia 12/05, devido ao apoio do nosso amigo Rui Barbosa (http://artebike.com.br), que além de participar dos treinos também compete em provas de ciclismo e possui anos de envolvimento com o esporte. 

No último dia 12, cerca de cinquenta participantes estiveram presentes no autódromo. Estava prevista a realização de 20 voltas na pista que possui cerca de três quilômetros. Tarumã fica na RS-118, próximo ao entroncamento da RS-040. A maioria dos participantes foi de carro, mas muitos ciclistas encararam o trajeto pedalando, para fazer um volume maior. 







Formado o pelotão, a largada foi dada por volta de 08:15. O ritmo forte dado por atletas das categorias Elite e Master A das provas de ciclismo não impediu que inciantes e entusiastas participassem, pois era possível acompanhar o pelotão por um bom trecho em cada passagem, uma boa experiência para quem quer ter a vivência de andar em pelotão. Apenas recomenda-se que quem não está acostumado a ter este comportamento, procure andar mais no vácuo, pois a movimentação dos atletas, que pedalam muito próximos,  em determinados momentos (fugas e ataques), pode causar acidentes para quem não está habituado a vivenciar estas situações. 

No mais, é uma experiência inovadora, permitindo contato com atletas experientes, em um exercício de engrandecimento do esporte, onde amizade e o espírito de competitividade andam lado a lado de forma equilibrada e com muito respeito. Tem sido bem significativo o número de ciclistas que se integra a este treino, e por isso, mencionamos a existência de dois pelotões, um com atletas mais experientes e outro com atletas iniciantes. Neste último treino, a média do pelotão principal  foi 38 km/h, mas como foi um circuíto, todos tiveram a chance de treinar juntos em um mesmo ambiente. 






E agora no próximo dia 30/05 ocorre o segundo treino, nos mesmos moldes do primeiro. Basta comparecer com sua bike no autódromo, que tem amplo espaço para estacionamento ou ir pedalando mesmo. Quanto mais ciclistas participarem, mais representativa será a participação do ciclismo e mais espaço teremos para todos os níveis de atletas e amantes deste esporte. 


Fica a dica aos nossos leitores, com o desejo de um bom final de semana!

Equipe Rodociclo!

Comentários