Giro D'Itália 2013 - Cavendish conquista centésima vitória e Wiggins abandona.



Definitivamente, o Giro D'Itália 2013 começa a pegar fogo. Embora, de certa forma, a luta pelo título pareça estar nas mãos de Nibali e Evans, as próximas duas etapas (hoje e amanhã), mostrarão quem é o mais forte nas montanhas e podem alterar a classificação. A etapa de ontem foi marcada por muitas emoções e também pelo abandono de dois nomes  que estavam entre os favoritos. Bradley Wiggins, que acabou perdendo muito tempo na 12ª etapa, após uma queda, abandonou sob alegação de uma infecção pulmonar que estaria se agravando e que segundo os médicos da equipe, o impediriam de continuar. Fora isso, problemas mecânicos e dificuldades em etapas anteriores, onde os ciclistas enfrentaram chuva e condições severa contribuíram para a decisão. Outro abandono foi o do campeão da edição anterior, Ryder Hesjedal, que não apresentava boa condição física e este ano não figurou entre os líderes. 


Mark Cavendish (Omega Pharma QuickStep) comemora

Mas a desistência de Wiggins não apaga o brilho da participação britânica na prova, pois outro ciclista, compatriota de Wiggins, seu ex-companheiro de equipe Mark Cavendish, voltou a vencer e atingiu sua centésima vitória na carreira. Um marco importante para o ciclista, atualmente o maior sprintista da  atualidade, temido por sua forte chegada e que promete fazer ainda muitos "estragos" com seu poderoso sprint ao longo da sua carreira. 

Cavendish soma com esta três vitórias nesta competição e ainda terá chance de brilhar em outras etapas, inclusive na final. A equipe Sky agora deve apostar suas fichas no colombiano Rigoberto Uran, que está em terceiro na geral e já ganhou uma etapa, estando a 2 min. e 4 seg. de Nibali. Outros nomes como Robert Gesink, Michele Scarponi e Mauro Santambrogio juntam-se a Rigoberto Uran, todos com diferença de menos de 3 minutos para o líder. No entanto, a briga parece mesmo ser entre Vincenzo Nibali e Cadel Evans, ambos muito próximos, com apenas 41 segundos de diferença e com perfil para encarar até o fim as altas montanhas. Esta promete ser uma briga dura e equilibrada.



A etapa de hoje entre Cervere e Bardonecchia, com 156 kms terá suas passagens por montanha, sendo uma delas a chegada. Esta etapa deve ser muito dura e testar os nervos e a resistência dos escaladores, bem como o preparo e organização das equipes.

O ciclista brasileiro Rafael Andriato conquistou no Sábado, dia 19 de Maio, sua primeira competição no ciclismo profissional / Foto: Divulgação

Outro nome de destaque neste dia de glória para Cavendish foi o brasileiro Rafael Andriato, que venceu duas metas de sprint e ficou, ao lado de Nicola Boem, como os atletas mais combativos do dia. Vamos esperar agora os resultados das etapas de hoje e amanhã, que podem alterar a classificação final da competição, se bem que a tendência neste momento é de que os favoritos administrem seu tempo e estudem os adversários, deixando para mostrar suas forças nas etapas finais e mais decisivas.

E para este final de semana, que esperamos, não se confirme a previsão de chuva, enquanto aguardamos o desfecho das etapas do Giro, temos a oportunidade de acompanhar o ciclismo ao vivo e participar dele. Em Três Coroas acontece mais uma etapa da Copa União de Ciclismo. Local, horários, valores de inscrição, categorias e premiações especiais, estão disponíveis no blog:  http://copauniaodeciclismo.blogspot.com.br/.

Equipe Rodociclo


Comentários