BICICLETAS ASTRO: ONDE A QUALIDADE QUE TRANSCENDE A MARCA.


Quantas vezes você foi a uma loja procurar um quadro para montar sua bike e o vendedor, entre tantas outras marcas e modelos dos mais diversos materiais, lhe ofereceu um produto Astro? Aqui é comum mostrarmos os quadros aos nossos clientes, sendo que os menos informados "torcem o nariz", dizendo que preferem um quadro de uma "grande marca". Faz alguns anos que trabalhamos com os quadros Astro, conhecidos pela ótima qualidade e excelente desenvolvimento de seus produtos, embora no Brasil ela seja mais conhecida pelos praticantes de down hill, all mountain e freeride, que fazem um uso mais extremo do equipamento. Os demais produtos, incluindo quadros mais básicos e a linha de estrada está ganhando espaço aos poucos. Mas um dos maiores diferenciais é que a Astro realmente fabrica os produtos que comercializa. Para entender o real significado dessa afirmação, vamos agora contar um pouco da história da Astro e alguns segredos para você!

Quando falamos o nome Astro, podemos dizer que ela se equipara em termos de qualidade a grandes nomes como Specialized, GT, Cannondale, Orbea, Mondraker, Niner, Felt, Rocky Mountain, Giant, Focus e tantas outras. Mas com algumas diferenças. Essas marcas NÃO PRODUZEM seus quadros, apenas os projetam, deixando a produção nas mãos de fabricantes especializados, limitando-se a MONTAR as bicicletas. A nossa Caloi hoje trabalha de forma muito parecida em suas bicicletas top de linha.


Por serem empresas sólidas, as grandes marcas MONTAM suas bicicletas de forma coesa, um projeto que muitas vezes se torna uma obra de arte, com uma engenharia que associa o melhor quadro ao melhor conjunto de componentes, (aí entram os demais fabricantes em cada segmento) tudo voltado para um uso específico, oferecendo total suporte ao cliente através de garantia própria contra defeitos e uma rede qualificada de distribuidores e revendedores. Este é o conceito de grandes marcas, onde, por exemplo, a Specialized figura como uma das mais fortes e renomadas, oferecendo ao seu cliente garantia vitalícia nos quadros, além de uma ampla rede de lojas especializadas, sem contar em uma infinidade de acessórios e componentes para bicicletas.


Neste ponto, as grandes marcas como Specialized, Cannondale, Scott, GT e outras não trabalham terceirizando apenas seus quadros. Quase todos os produtos de cada marca são desenvolvidos por um grande fabricante. Pneus, guidões, canotes, selins, garfos de suspensão e rodas vêm de grandes fábricas como Kenda (pneus), Promax (freios, avanços guidões e canotes), Velo (selins), Rock Shox, Suntour (garfos), Neco (jogos de direção, central e pedivelas), Alex (Aros e rodas), Quando (cubos), Sunrace (cassetes e pedivelas), além, claro dos grupos de estrada e MTB, que têm como principais fornecedores a Shimano e Sram. Citamos aqui, claro, apenas ALGUMAS marcas de produtos vistos como "comuns", que equipam muitas bicicletas de grandes nomes (normalmente modelos intermediários), com a grife de um grande fabricante. Neste ponto, nosso blog já mostrou algumas matérias que contavam muitas "verdades" e colocavam por terra vários mitos do mundo das bikes.

Para entender melhor, veja as matérias:

 - Taipei Cycle Show - Parte I
 - Taipei Cycle Show - Parte II
 - Quadros Mosso (origem da marca)
 - Onde é feita sua bike? Made in where? (Blog Maglia Rosa)

Mas voltando ao nosso tema, outra diferença é que a Astro não monta bicicletas, como as empresas que mencionamos, nem comercializa componentes. Então, por que a Astro merece estar lado a lado com tantos nomes tradicionais, como os que mencionamos? Isso você entenderá nas próximas linhas, ilustradas por muitas imagens. Depois de ler esta matéria, seu conceito sobre marcas de bicicletas vai mudar e muito!



Como todos sabemos, hoje os grandes polos industriais residem em Taiwan. O motivo é compreensível, devido à mão de obra mais barata e produção em escala gigantesca, com estrutura para atender uma demanda mundial. Claro, não se compara um quadro feito em milhares de peças com um feito a mão na Itália, sob medida. Mas quando se fala em produção de larga escala, com qualidade certificada internacionalmente, capaz de atender a demanda das grandes marcas  globais, a tecnologia e os processos industriais, os materiais e a ciência de produção estão em Taiwan! Isto é ponto pacífico.



Com essa concentração dos meios de produção, surgiram muitas fábricas desconhecidas, que produzem em menor escala e vendem seus produtos sem qualquer certificação. A ampla comercialização destes quadros acabou por denegrir a imagem dos produtos taiwaneses, tidos como falsificados. Associados a estes produtos fora de qualquer controle, surgiram marcas (importadores), que compram tais produtos de procedência duvidosa e os comercializam sem qualquer referência, garantia ou ligação com o fabricante. Nos anos 90, as bicicletas GT foram o maior exemplo disso. Precursoras do Mountain Bike, elas eram as mais desejadas e claro, acabaram sendo alvo de muitas "piratarias" que copiaram o seu exclusivo desenho de triplo triângulo e adicionaram um alfabeto inteiro ao tradicional nome GT. 


Já marcas como Specialized, Cannondale, a própria GT e outras que mencionamos acima, são MONTADORAS sérias, que, por serem mundiais, como tantas empresas do mercado, devido à grande demanda, também adotaram Taiwan como polo de produção de seus produtos. Produzir em Taiwan significa ter quantidade e preço mais competitivo. Paralelo a isso, criou-se o mito que cada uma dessas marcas teria a sua própria fábrica. Ou seja, "fábrica da GT", "fábrica da Specialized", "fábrica tal"... Mas isso não existe! O que existe é um contrato de fornecimento de cada uma dessas MONTADORAS com um FABRICANTE de grande porte que produz seus quadros de acordo com o projeto desejado (pode ser mais de um fabricante, de acordo com a necessidade e tecnologia empregados).






Empresas como a Astro, Kinesis e Mosso enquadram-se neste perfil. Essas empresas, hoje detentoras das suas próprias marcas, produzem boa parte dos quadros projetados pelas grandes montadoras e claro, dispõe dos seus próprios projetos, que são comercializados com nome próprio. Daí, nascem conceitos exclusivos, como as Cannondale Left, a excepcional geometria Specialized ou mesmo a exclusividade do triplo triângulo da GT. Mas quem faz esses quadros? Quem escolhe o material? Quem tem o parque fabril? Quem escolhe a solda a ser usada? Qual será o melhor carbono? A Specialized não produz carbono e nem alumínio... Nem a GT e nem a Cannondale. As imagens acima ilustram bem isso. Veja quantas marcas na mesma linha de produção. Bem-vindos à fábrica da Astro!









Como todo processo industrial, o fabricante dos quadros vai adquirir matéria pima de um fabricante especializado naquele segmento para posteriormente industrializar esses materiais, produzindo quadros de acordo com padrões de engenharia e conforme o projeto do seu cliente. No caso da Astro, por exemplo, a fibra de carbono utilizada é da Mitsubishi, com procedência no Japão, tida como uma das melhores do mundo, de qualidade premium. Abaixo algumas imagens dos quadros em fase de construção, quando ainda estão nos moldes.







Mas novamente, depois de tantas explicações, o que tem mesmo a Astro a ver com todas essas marcas que mencionamos? Para desvendar esse enigma, contamos com a ajuda do Sr. Daniel, que responde pela Vanguarda Sports, empresa que comercializa a Astro no Brasil. Em visita às fábricas em Taiwan, este nos trouxe dados técnicos sobre a produção de quadros desta gigante, que realmente impressiona pelo tamanho do seu parque industrial e pelo grande volume anual de quadros que produz.
Sr. Daniel, distribuidor Astro no Brasil e o 
Presidente mundial e fundador da 
Astro Engineering Co. Mr. Samuel Hu.

CLIENTES PELO MUNDO - CLIQUE PARA AMPLIAR


Na verdade, todas as grandes marcas que mencionamos acima são CLIENTES da Astro, que produz quadros para cada uma delas sob encomenda. No total, são cerca de doze  marcas globais que produzem seus quadros através da Astro, fora outras menores. As maiores provas são as imagens da linha de produção da empresa, que hoje está dividida entre Taiwan e Vietnam, com um total de quatro fábricas.




São cerca de 1.900 funcionários, que produzem anualmente 900 mil quadros, a grande parte sob encomenda e, claro, também os quadros que usam a marca própria. Hoje a Astro patrocina diretamente atletas no mundo todo. Seus quadros de MTB e Down Hill são os mais famosos, estando a nível nacional como os mais apreciados pelos praticantes das modalidades. Na linha de DH, foi a ciadora do primeiro quadro de Down Hill em fibra de carbono e os títulos se acumulam, com o vice-campeonato mundial de DH 2012, campeonato Brasileiro 2013, prata no Panamericano 2013, Campeonato Nacional de DH do Chile, além de patrocinar atletas como Edivandro Cruz, que possui amplo currículo de vitórias em provas nacionais e internacionais de MTB.




Mas tudo isso que estamos contanto não é uma história que começou da noite para o dia. A Astro começou suas atividades na década de 90, sendo pioneira no desenvolvimento de quadros full suspension e linhas de competição. Entre seus principais clientes, figuram marcas como Schwinn, GT, Haro, Mongoose, Mondraker, Honda, Khs, Bianchi, Lapierre, Orbea, Azonic, Felt, Cannondale, Transition, BMW, Specialized, Scott, Focus, Rocky Mountain, entre outras. Para atender os padrões de exigência internacionais, a Astro adquiriu equipamentos de testagem de quadros e adequou-se às exigências das Normas Europeias de certificação, motivo pelo qual, tem como seus clientes várias empresas globais tanto na Europa como Estados Unidos.

O resultado disso se mostra através do reconhecimento de cada uma das marcas atendidas pela Astro, através de troféus que certificam o alto padrão da empresa na produção de quadros, tendo seus produtos comercializados pelo mundo todo.





Em 2007 a empresa entrou no segmento de produção de quadros de Fibra de Carbono, investindo em uma fábrica de alta tecnologia, onde os quadros são trabalhados a mão, utilizando fibra de carbono de alta qualidade. Os quadros são produzidos e pintados na própria fábrica, de onde são expedidos diretamente para a linha de montagem dos clientes. Não tenha dúvidas, se você possui uma bicicleta de uma das marcas que mencionamos nesta matéria, você pode estar andando em um quadro Astro!



Tendo toda esta tradição e experiência, surgiram os produtos próprios, que formam a linha Astro e são oferecidos para as mais diversas aplicações, seja cross country, all mountain, down hill e até mesmo quadros para ciclismo de estrada, partindo das linhas de entrada, com emprego de alumínio 6061, 7005, linha X-Trolite (ligas mais leves de alumínio) e fibra de carbono, com modelos hardtail e full suspension, opção de aro 26", 29" e recentemente, atendendo os novos padrões mundiais, 27,5". Os preços são competitivos, com os quadros de entrada em alumínio 6061 (modelo Comet aro 26") na faixa de R$600,00, oferecendo garantia de 3 a 5 anos!


Os destaques ficam por conta dos quadros Full (all mountain, free ride e DH), que incorporam tecnologias desenvolvidas pela Astro, todos com excelente geometria e emprego de materiais de ótima qualidade. São quadros de alta performance desenvolvidos para serem usados em todas as situações, seja apenas por lazer, esporte ou em competições, de forma extrema.



Para 2014, a marca conta com um portfólio totalmente renovado, com quadros desde os modelos de entrada, destinados ao uso recreativo até os modelos top de linha, onde estão os quadros de fibra de carbono e a linha de uso extremo.



Você poderá saber mais sobre a história da Astro visitando o site: http://astrobikes.com.br. Lá, você encontrará toda a linha de produtos disponíveis no Brasil, bem como a indicação das lojas que trabalham com os mesmos, entre as quais está a Rodociclo. Além das especificações técnicas, geometrias e materiais, o site traz o preço sugerido de cada produto e o tempo de garantia, que varia de dois a cinco anos. A garantia oferecida pela Vanguarda Sports é outro grande diferencial, pois estreita a relação de confiança que existe entre o vendedor e o comprador. Quem compra um produto Astro, sabe que está adquirindo um bem durável, funcional, de qualidade e com garantia de fábrica.

ASTRO NA EUROBIKE 2012

Não pretendemos com esta postagem desmerecer nenhuma marca que hoje é atendida pela Astro, pois, como mencionamos, os quadros são projetados por cada montadora e a Astro apenas os produz, de forma que certos atributos são peculiares a cada marca, como geometria, composição da bicicleta, acessórios e garantia. Mas hoje, você certamente verá de forma muito mais clara e transparente o produto que está comprando e com certeza, saberá que pode confiar nele, não importa que qual for a marca. Isto porque ele foi produzido por profissionais competentes, experientes e qualificados. E se for Astro, tenha certeza, é um produto que vem do mesmo lugar de onde são feitos os melhores quadros do mundo!



Agora, que você conhece um pouco das fábricas da Astro, do seu processo de produção e algumas informações sobre como funciona o mundo das grandes marcas, deixamos aqui o convite para vir até nossa loja conhecer os produtos ao vivo. Visite o site da ASTRO ENGINEERING CO., LTD para conhecer mais sobre este gigante mundial das bicicletas!



Em ótimo final de ano e bons pedais a todos os nossos clientes, amigos e leitores!
Equipe Rodociclo

Comentários

  1. Pena que não temos uma fábrica de bicicletas nesse nível no Brasil ainda!

    ResponderExcluir
  2. Pena que não temos uma fábrica com essa tecnologia toda no brasil, ainda!

    ResponderExcluir
  3. Prezado Gabriel, como mencionamos, as fábricas ficam em Taiwan e Vietnam. No Brasil, a marca é representada por um importador. Recomendo procurar uma loja que revenda os produtos e consultar a disponibilidade. Caso tenha interesse, nos mande e-mail para sac@rodociclo.com.br. Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma astro xtc e estou muito satisfeito.

    ResponderExcluir

Postar um comentário