Giro D'Italia 2014 começa hoje. Saiba mais sobre esta grande volta!



Todo ano é assim, começa com algumas "voltas" de alguns dias, depois temos as Clássicas da Primavera, mais algumas provas e então, começam as grandes voltas. Itália, França e por fim a Espanha são países sede das três maiores provas por etapas do ciclismo mundial. Maiores porque são as mais longas, mais tradicionais e mais duras. As provas que as antecedem para muitos grandes nomes são apenas treinos. São oportunidades de entrar em forma para então brilhar no alto, literalmente, pois as Grandes Voltas, como são conhecidas, têm muitas etapas planas mas as montanhas predominam e só quem consegue voar baixo na altitude é que vestirá a camisa de campeão, se tudo correr bem e de forma muito perfeita. 

Ano após ano, equipes inteiras e muitos ciclistas com o dom de vencer a dureza das montanhas em grande estilo projetam seu ano para colher os resultados e apostar tudo em poucas semanas. Por isso, vemos alguns nomes brilharem nas clássicas de um dia, como Cancellara, Boonem, recentemente Terpstra, que brilharam na maior de todas as clássicas, a Paris Roubaix. E lá no meio do pelotão, nestas clássicas, passam discretos e quase despercebidos, célebres nomes como Cadel Evans e Bradley Wiggins (este último este ano andou forte na tradicional clássica francesa apesar de problemas). Mas enfim, pode ser que muitos talentos mostrem o quanto podem vir a brilhar quando devidamente lapidados já no começo da temporada, mas é nas montanhas que os diamantes mostram suas virtudes. Começam a temporada pegando ritmo e vão para as grandes voltas escrever seu nome na história (ou não).

Hoje começa o Giro D´Itália, a segunda prova mais tradicional, perde apenas para o Tour de France, embora para muitos, dependendo do trajeto, possa ser tão quanto ou até mais dura. Os ciclistas enfrentam de tudo, etapas planas, contra-relógio e claro, muitas, mas muitas montanhas mesmo, como é o caso do Zoncolan (penúltima etapa), uma das mais duras de toda a Europa!

Para este ano, o ciclismo colombiano está em alta, com Rigoberto Uran e Nairo Quintana vivendo um grande momento em suas carreiras e claro, em grande forma. Joaquim Rodriguez é outro nome que tem brilhado em grandes voltas e mostrado muita força e talento. Acreditamos que cedo ou tarde, sua hora de brilhar no ponto mais alto do pódio chegará, pois na montanha, ele tem desafiado os maiores nomes do ciclismo mundial de igual para igual, sendo que ele próprio pode ser incluído entre eles. Cadel Evans está no páreo. Ele, que já foi Campeão Mundial e tem seu nome entre os vencedores do Tour de France, pode incomodar muito os demais favoritos, embora nos últimos anos, tenha feito temporadas não tão brilhantes. Michele Scarponi, Franco Pellizotti, Ivan Basso, Damiano Cunego e Pierre Rolland são nomes que podem aparecer, se estiverem em boa forma.

Nos Sprint's, Elia Viviani, Roberto Ferrari, Marcel Kittel e Michael Matthews, além claro de Petacchi, prometem brigas pelos pontos. o Brasileiro Murilo Fischer é o único brasileiro a competir nesta prova, com a camisa da FDJ. 

Confira abaixo as etapas deste Giro, que este ano começa em Belfast, na Irlanda do Norte. 

9 de maio – Etapa 1 – Belfast 21,7 km
10 de maio – Etapa 2 – Belfast 219 km
11 de maio – Etapa 3 – Armagh – Dublin 187 km
Transfer para a Itália
13 de maio – Etapa 4 – Giovinazzo – Bari 112 km
14 de maio – Etapa 5 Taranto – Viggiano 203 km
15 de maio – Etapa 6 – Sassano – Montecassino 247 km
16 de maio – Etapa 7 – Frosinone – Foligno 211 km
17 de maio – Etapa 8 Foligno – Montecopiolo 179 km
18 de maio – Etapa 9 Lugo – Sestola 172 km
Descanso
20 de maio – Etapa 10 – Modela – Salsomaggiore 173 km
21 de maio – Etapa 11 – Collecchio – Savona 249 km
22 de maio – Etapa 12 – Barbaresco – Barolo (ITT) 41,9 km
23 de Maio – Etapa 13 – Fossano – Rivarolo Canavese 157 km
24 de maio – Etapa 14 – Agliè – Oropa 164 km
25 de maio – Etapa 15 – Valdengo – Montecampione 225 km
Descanso
26 de maio – Etapa 16 – Ponte di Legno – Val Martello / Martelltal 139 km
27 de maio – Etapa 17 – Sarnonico – Vittorio Veneto 208 km
28 de maio – Etapa 18 – Belluno – Rif . Panarotta 171 km
29 de maio – Etapa 19 – Bassano del Grappa – Cima Grappa (ITT) 26,8 km
30 de maio – Etapa 20 – Maniago – Monte Zoncolan 167 km
1 de junho – Etapa 21 – Gemona – Trieste 172 km

Comentários