TECNOLOGIA: NOVO SHIMANO TIAGRA 4700.



Ele foi lançado em março deste ano, mas somente agora começa a chegar no mercado. Há cerca de uma semana, entregamos uma Specialized Allez que veio equipada com o grupo e este realmente impressiona. Além do visual que o deixa mais próximo dos grupos 105, Ultegra e Dura-Ace, com cabeamento interno, Câmbios e Pedivela redesenhados nos moldes dos irmãos mais velhos, o Tiagra 4700 recebeu também um novo acabamento, com a cor denominada "cinza meteoro", que lembra o Ultegra. As alavancas deixam o acabamento em plástico com visor de lado e tornam-se mais limpas, com um visual encorpado e robusto. Os manetes, mais ergonômicos, ganham um poder de frenagem estimado em 30% em relação ao modelo antigo. 



O pedivela foi remodelado, a exemplo dos modelos de 11 velocidades, com desenho de quatro braços e novas combinações de marchas (52 x 36 e 50 x 34 dentes), facilitando a vida dos usuários iniciantes e entusiastas, público alvo do conjunto. O Câmbio traseiro também foi redesenhado e agora suporta engrenagens do cassete com até 34 dentes. A linha de alavancas para guidão reto também está disponível (SL-4700), oferecendo as tecnologias instant e two-way release.



Se avaliado como um conjunto, o Tiagra teve suas trocas de marchas e funcionalidade ampliadas, combinando robustez e baixa manutenção com uma performance melhorada e uma boa pitada de esportividade, acompanhando as tendências mais modernas dos grupos de estrada.

Seu preço, no entanto, próximo dos 3 mil reais, o situa em um segmento mais elevado, antes ocupado pelo 105 série 5700, que agora, com 11 velocidades, está muito próximo do Ultegra e Dura Ace. 

Equipe Rodociclo


Comentários